Voçê já reparou nas competições que existem nas redes sociais?

 

 

As pessoas estão desesperadamente em busca da felicidade e nessa procura eterna, uma das formas que encontram para se sentirem melhor é justamente convencendo uns aos outros de que são felizes. A internet tem sido uma ótima ferramente para muitas coisas mas também tem sido a decadênçia de muita gente.

Nas redes sociais, todo o mundo é feliz, todo o mundo viaja, compra até não puder mais, arruma cabelo, vive no mundo de glamour…

Ninguém posta fotos quando está triste, quando está de TPM, quando perde o emprego, quando não passa no teste de condução ou quando está desmazelada. É um leque de conquistas, satisfações e pessoas alegres e realizadoras.

O uso do Facebook faz bem para você ou gera angústia, ansiedade, inveja e frustração?

No início de 2013, duas universidades alemãs mostraram que ser um “seguidor passivo” no Facebook gera sensação de ressentimento e inveja em vários usuários, sendo fotos de férias o principal gatilho para despertar esses sentimentos.

Mas o Facebook não é tudo, existe uma rede social com um potencial ainda mais devastador: o Instagram.

 

10915252_827083177362792_2567751266040114580_n

 

Apesar da inexistência de estudos sobre os efeitos emocionais do Instagram no ser humano, acho que é possível extrapolar os estudos do Facebook. O Instagram tem elementos muito parecidos com o Facebook: publicação de fotos, botão “curtir” e comentários de pessoas. Na verdade, o Instagram é quase a parte fotográfica do Facebook. Ali você encontra o maior repertório de fotos de viagem, pessoas felizes, tendo sucesso, etc. Quase todos mostrando o seu melhor momento. Existe alto potencial de uma foto provocar uma comparação social e disparar sentimentos de inferioridade e frustração.

Pesquisadores dizem que tal situação pode provocar uma “inveja espiral”, crescente, que é muito peculiar nas redes sociais. Ao ver fotos bonitas de seus amigos no Instagram, você fica motivado para publicar fotos melhores, e seus amigos, ao ver as suas fotos, vão tentar publicar fotos ainda mais bonitas, e assim o mundo das redes sociais tende a levar as pessoas para longe do mundo real. Existe um possível mundo do faz de conta por trás disso.

As pessoas estão se expondo tanto que ás vezes chega até ser ridículo. Todos sabem onde mora, o que faz, o que gosta, enfim sabem tudo!

Voçê se expõe a Deus como voçê se expõe nas redes sociais?

Não se exponha tanto nas redes sociais. Deixe que as pessoas a “descubram”. Seja como um jardim fechado. Peça discernimento ao Senhor e poste com moderação.

Não viva no mundo de ilusões. A vida tem altos e baixos, tem dias que nos sentimos bem e outros nos sentimos mal, faz parte.

Seja feliz como voçê é e com o que tem. Por causa deste estilo de vida que compete, ostenta e busca ter, nós perdemos o melhor da festa.

 

Deus abençoe xxx